quinta-feira, 30 de outubro de 2014

A Presidenta Dilma agradece os 54 milhões de votos com aumento de juros e reajuste do preço da gasolina em novembro

A Presidenta Dilma agradece os 54 milhões de votos com aumento de juros e  reajuste do preço da gasolina em novembro

O aumento dos combustíveis deve apresentar impacto sobre a inflação, já que até setembro ultrapassou o teto da meta

Além da alta de juros anunciada nessa quarta-feira (29/10) pelo Banco Central (BC), o governo já decidiu reajustar os preços da gasolina e do diesel, a partir de novembro, em mais um esforço para recuperar a confiança sobre a política econômica. Apesar de já autorizado, o aumento dos combustíveis terá impacto sobre a inflação, já que até setembro ultrapassou o teto da meta, de 4,5% ao ano, pela quarta vez em 2014.


 (Bruno Peres/CB/D.A Press)

Há ainda outro complicador para que o governo consiga manter os preços em rédea curta. O próprio BC, no mais recente relatório de inflação, em setembro, estimou que o IPCA desaceleraria para 6,3% em dezembro. O problema é que essa projeção levava em conta o dólar de R$ 2,25, mas, desde setembro, a moeda norte-americana já subiu 10%, para R$ 2,468, fechamento de ontem.



Nenhum comentário: