sábado, 25 de outubro de 2014

Após publicação sobre na Petrobras, sede da Editora Abril é pichada em São Paulo Leia mais

OS MILITANTES DO PT EM ATO DE VANDALISMO E CRIMINOSOS INVADIRAM A SEDE DA EDITORA ABRIL QUE PUBLICA A REVISTA VEJA E DEPREDARAM E PINCHARAM NA MADRUGADA DE HOJESede da editora abril é pichada e tem lixeiras derrubadas nesta sexta-feira
SÃO PAULO E RIO — Cerca de dez pessoas fizeram um rápido protesto na porta da editora Abril, na Marginal Pinheiros, na Zona Oeste da capital paulista, no início da noite desta sexta-feira. Os manifestantes picharam os muros e derrubaram lixeiras. Cartazes e pichações traziam os dizeres “Veja mente”. A polícia chegou e dispersou o grupo.
Nesta quinta-feira, a revista divulgou pelo Facebook e na sua página na internet algumas informações da matéria de capa desta edição, que foi adiantada para esta sexta-feira. 


A matéria afirmava que, em depoimento à Polícia Federal e ao Ministério Público em Curitiba, o doleiro Alberto Youssef teria dito que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “sabiam de tudo” sobre o esquema de corrupção na Petrobras. Ainda conforme a revista, a revelação teria sido feita por Youssef na última terça-feira.

Perguntado sobre o nível de comprometimento de autoridades no esquema de corrupção na Petrobras, o doleiro teria afirmado:

— O Planalto sabia de tudo!

Perguntado pelo delegado que colhia o depoimento a quem ele se referia, Youssef teria respondido:

— Lula e Dilma.

O advogado de Youssef, Antonio Figueiredo Basto, confirmou que o doleiro prestou depoimento à Polícia Federal de Curitiba na última terça-feira, mas disse não ter conhecimento da informação citada pela revista.

No último programa de TV, Dilma dedicou boa parte de sua última propaganda no horário eleitoral para criticar a revista. A candidata à reeleição afirmou que a revista “e seus cúmplices” terão de responder na Justiça pelo “ato de terrorismo”, por não apresentar qualquer prova, visando apenas impactar no resultado das eleições.

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/brasil/apos-publicacao-sobre-na-petrobras-sede-da-editora-abril-pichada-em-sao-paulo-14356725.html#ixzz3HAJB8pJ2


Nenhum comentário: