domingo, 9 de novembro de 2014

4ª Feira de Ciências em Mossoró e a Escola Walfredo Gurgel de Antonio Martins foi destaque.


4ª Feira de Ciências movimenta Expocenter e a Escola Walfredo Gurgel de Antonio Martins foi destaque em Mossoró.


Ao todo são 200 trabalhos expostos no evento, apresentados por alunos dos ensinos médio e fundamental das escolas da rede pública estadual. A cerimônia de premiação aconteceu Sábado as 14hs com a presença da Governadora.




Alunos de várias escolas públicas de Mossoró e região mostraram os resultados de seus projetos de pesquisa  no Centro de Exposições e Eventos Enéas Negreiros (EXPOCENTER), durante a IV Feira de Ciências do Semiárido Potiguar. 

O evento ocorre através de uma parceria entre a Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA), a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e a Secretaria de Estado de Educação e Cultura/RN.
O professor e coordenador da Feira de Ciências, Felipe Ribeiro, explica que 200 trabalhos foram expostos no evento, apresentados por alunos dos ensinos médio e fundamental das escolas da rede pública estadual. “Eles passaram por etapas de preparação nos seminários das Direds e os melhores foram escolhidos para estarem aqui”, disse.

A ideia, segundo o coordenador, é aproximar os alunos de assuntos do cotidiano, que englobam todas as áreas do conhecimento. “Não vale nota em disciplinas escolares, mas vale o conhecimento e eles serão premiados com credenciais para participarem de eventos como a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (FEBRACE), em São Paulo, onde vão ser selecionados cinco projetos, além do Fórum Jovens Cientistas, em Londres, e a Milset, que é uma feira internacional, em Fortaleza”, destacou o professor Felipe Ribeiro.

Os prêmios forão escolhidos e entregues de acordo com o assunto de cada projeto, sendo estes avaliados por professores e alunos de cursos de pós-graduação das universidades parceiras. A cerimônia de premiação aconteceu Sábado, as 14h, no Expocenter.

Os estudantes Henrique Warken e Lorenzo Tacques vieram do Rio Grande do Sul e estão em Mossoró apresentando um projeto que lhes deu premiação na última Febrace. Eles apresentaram o projeto “Refrigeração Sub Zero – com óleo em névoa”, em uma feira no RS, e foram premiados com credenciais para a Febrace, e de lá premiados para estarem em Mossoró.

Os estudantes explicam que o procedimento já existente se trata de um processo de usinagem mecânica utilizando óleo, e que por isso tem alto custo, além de causar danos ao meio ambiente. Já o objetivo do projeto deles é fazer uma válvula que substitua este processo. “Hoje já existe a utilização de ar gelado, mas é caro. Então conseguimos desenvolver uma válvula de refrigeração que realiza o processo sem custo, utilizando um fenômeno natural, o vortex”, explicou Henrique Warken.

O vortex, segundo Lourezo Tacques, tem no centro o ar gelado. “Reduzimos a uma válvula para obter as correntes. Há um componente que induz o movimento rotativo do ar, então conseguimos separa o gelado do quente”, afirmou.

A Escola Estadual Walfredo Gurgel de Antonio Martins na Direção da Professora Ana Lucia de Mesquita, apresentaram vários projetos que valeram premiação e credencias, mais detalhes na próxima semana. 

Reprodução do Blog Opotyguar


Nenhum comentário: