quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Bovespa fecha em queda de 2%, puxada por bancos e Petrobras e causa alta do Dólar é a mais alta desde 2005.


Bovespa fecha em queda de 2%, puxada por bancos e Petrobras e causa alta do Dólar é a mais alta desde 2005.

 O mercado acionário brasileiro encerrou a quinta-feira com sua segunda queda consecutiva, com investidores aproveitando para embolsar lucros diante das incertezas sobre um eventual reajuste dos preços dos combustíveis pela Petrobras e sobre a futura equipe econômica da presidente reeleita Dilma Rousseff.

Segundo dados preliminares, o Ibovespa fechou em queda de 2,01 por cento, a 52.617 pontos, e acumula recuo na semana de 3,68 por cento. O giro financeiro do pregão foi de 5,9 bilhões de reais.


(Por Priscila Jordão)

Dólar sobe ante real pela 5ª sessão e renova máxima desde 2005

O dólar subiu mais de 1,8 por cento ante o real nesta quinta-feira, avançando pelo quinto pregão consecutivo, e renovou a máxima de fechamento em nove anos e meio, ainda refletindo o quadro de incertezas sobre o futuro da política econômica no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.

A moeda norte-americana subiu 1,82 por cento, a 2,5607 reais na venda, acumulando alta de 6,35 por cento nos últimos cinco pregões. É o maior nível de fechamento desde abril de 2005.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de 800 milhões de dólares.
(Por Bruno Federowski)




Nenhum comentário: